Comissão pede ao Estado inclusão de novos grupos prioritários no plano de vacinação contra Covid

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

A Comissão de Educação, Saúde e Assistência Social da Câmara Municipal de Capão Bonito protocolou ofícios junto ao Governo de São Paulo, nesta quarta-feira (14/04), solicitando a inclusão de novos grupos como prioritários no plano de vacinação contra a Covid-19.

Os documentos pedem a destinação de doses a profissionais de setores públicos e pessoas com deficiência que ainda não foram incluídos no cronograma estadual.

O ofício destinado ao secretário de Estado de Saúde Jean Carlo Gorinchteyn, solicita novo lote a profissionais do setor de Saúde, servidores da Assistência Social, além da inserção de pessoas com deficiência. Já o ofício enviado ao secretário de Estado de Educação, Rossieli Soares da Silva, pede a inclusão de motoristas e professores eventuais na vacinação de profissionais de Educação, que iniciou nesta semana.

De acordo com os vereadores, o objetivo é pedir atenção às classes e pessoas que estão diretamente ligadas às áreas tratadas pela Comissão e que ainda não têm previsão para serem vacinados contra a Covid.

“Nossa intenção é realmente fazer valer o nosso trabalho frente à Comissão, representar e defender os profissionais e toda a população envolvida nestes temas de extrema relevância”, destacaram os vereadores Neto Tallarico, do PL, e Camila Camargo, do PP.

Públicos

Motoristas e professores eventuais – Para a Comissão é essencial a vacinação realizada aos profissionais da Educação para a retomada das aulas, mas essas duas funções devem entrar nos grupos prioritários. “Alugns eventuais retornarão às salas de aulas, assim como os demais profissionais, e os motoristas farão o transporte, em que apresentam mais riscos de transmissibilidade da doença”.

Profissionais da Saúde – “Foi o primeiro grupo a ser vacinado, mas recebemos demandas de profissionais que ainda não conseguiram ser vacinados, por isso solicitamos um novo lote destinado a esse público”.

Profissionais da Assistência Social – “Assim como os profissionais da Saúde, estão na linha de frente, atendendo nas residências, apoiando as pessoas em mais vulnerabilidade, até mesmo em casos de pessoas com suspeita ou confirmadas com o coronavírus”.

Pessoas com deficiência – “Baseados nas demandas e no pedido do Conselho Nacional de Saúde, defendemos a inclusão dessa população na prioridade de vacinação”.

Comissão de Educação, Saúde e Assistência Social

A Comissão de Educação, Saúde e Assistência Social é formada pelos vereadores Neto Tallarico, do PL, que é o presidente, Camila Camargo, do PP, relatora e Zé Carlos da Cooperativa, também do PP, membro.

Na reunião desta quarta-feira, o vereador Zé Carlos não pôde participar por motivo de saúde, mas estará presente nas próximas reuniões e ações do grupo.