Neto Tallarico reforça requerimento por reforma administrativa e melhorias ao PEAD

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

O vereador Neto Tallarico (PL) apresentou requerimento na sessão ordinária desta segunda-feira (19/04), reforçando a proposta ao Executivo pela elaboração de uma reforma administrativa na Prefeitura Municipal e melhorias ao Programa Emergencial de Auxílio Desemprego (PEAD).

De acordo com o vereador, a propositura teve de ser novamente sugerida, pois o Executivo não apresentou respostas mais concretas às solicitações anteriores.

“Na primeira sessão ordinária desta legislatura, em fevereiro, apresentei o requerimento nº 08/2021 (que pedia a reforma administrativa) e a indicação nº 80/2021 (solicitando as melhorias ao PEAD), porém a Prefeitura respondeu simplesmente que há projetos voltados às duas demandas, mas não especificou quais são os planos, quando deverá iniciar, quem serão os responsáveis, e mais informações importantes”, alegou.

Segundo Tallarico, é importante que ambos os projetos sejam iniciados, visto que são demandas antigas e são ações a serem desenvolvidas a médio ou longo prazo, por isso devem ter um planejamento e início o quanto antes.

“Já conversei com o Executivo sobre as duas demandas, mas ainda não tivemos um sinal de que realmente serão executadas, muito menos de quando podem iniciar as revisões e melhorias às duas propostas. Acreditamos que as reivindicações devem ser atendidas, mas precisamos de uma previsão de execução”, declarou o vereador.

Propostas apresentadas

A Reforma Administrativa visa uma revisão completa do quadro de servidores municipais, bem como a garantia de vencimentos adequados (no mínimo o piso de cada categoria), planos de carreira, entre outros. Além disso, foi solicitado também a inclusão de um auxílio alimentação aos funcionários da Prefeitura.

Sobre o PEAD as solicitações foram para o aumento do valor do benefício mensal (que atualmente é de apenas R$ 300,00), fornecimento de equipamentos de proteção individual (EPI’s), melhores condições de logística e mais cursos de capacitação.